domingo, 20 de fevereiro de 2011


Quando a saudade não cabe mais no peito, transborda nos olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário